sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Drop Bear – Lenda Australiana

0 comments
Drop Bear  Lenda Australiana

      Talvez a criatura mais popular entre guias turísticos e hostels da Austrália, o Drop Bear desperta a curiosidade e o temor dos visitantes em solo australiano. Relacionado ao coala, a monstruosidade é descrita como um grande marsupial predador e arbóreo. Detentor de garras e presas imensas, ele ataca humanos e outras caças saltando do topo de enormes árvores sobre a cabeça das vítimas, com poderosos antebraços para escalar as árvores e agarrá-las. Além de ataques individuais, muitas vezes são relatados ataques em grupo, como uma horda de Drop Bears.
        A lenda conta que habitam florestas com enormes árvores, vivendo no topo delas, nunca perto de estradas ou território humano. Dizem que os principais domínios desses brutais e cruéis animais compreendem regiões densamente arborizadas da Cordilheira Australiana, no sudeste do país. Seus relatos estendem-se pela Austrália Meridional, em locais como Mount Lofty e Kangaroo Island. O monstro também é frequentemente citado pelas florestas da Tasmânia. Sábios são aqueles que caminham atentos às copas das árvores.

        Existem certos repelentes folclóricos contra os Drop Bears, tal como colocar garfos no cabelo. Outras formas de repelir essas criaturas seria espalhar Vegemite (icônica pasta alimentícia australiana) ou pasta de dente atrás das orelhas.
        Se o Drop Bear é apenas fruto do senso de humor australiano para assustar turistas – brincando com a forma como as criaturas de seu país são vistas de maneira exótica e perigosa no exterior. Isso não se sabe. Mas a lenda urbana ganhou popularidade. Gerando artigos e até mesmo uma ficha para a criatura no site do conceituado Australian Museum, contando, inclusive, com um nome cientifico para o terrível predador (acesse: australianmuseum). O monstro também figura em games e até em nomes de empresas, especialmente aquelas de turismo e aventura. Tornando-se parte do folclore do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário